Berlim?!

berlim-portao-brandemburgo

Muita gente me pergunta os motivos de eu ter vindo parar em Berlim. É difícil de explicar e eu juro que vou tentar sem o clichê de que “Berlim é pobre, mas sexy” –toda vez que leio isso tenho vontade de vomitar.

A primeira vez que vim para a Alemanha foi em 2009 graças a um programa para jornalistas organizado pelo Ministério de Relações Exteriores alemão. Durante um mês fiquei hospedada na casa de uma alemã, no bairro de Steglitz, em Berlim, e tive aulas e palestras no Goethe-Institut que buscavam mostrar um pouco da história e da realidade do país.

Depois do fim do curso, fiquei mais uns dias cobrindo a reeleição da chanceler Angela Merkel e também fiz algumas matérias especiais sobre os 20 anos da queda do muro –essas reportagens estão todas na seção “textos”, é só clicar ali em cima!

Como já expliquei aqui, não foi amor à primeira vista. Minha relação com a cidade foi se intensificando aos poucos.

Três anos depois tive a sorte de ser uma das selecionadas para participar do Internationale Journalisten-Programme, que me deu uma bolsa para ficar durante três meses trabalhando na dpa, a principal agência de notícias da Alemanha.

Além de ter me dado a liberdade para fazer as matérias que eu queria, o programa me deu duas grandes amigas e a oportunidade de morar na cidade mais legal que eu já tinha visitado.

Depois desses três meses, minha vida mudou e eu decidi que precisaria passar mais um tempo aqui. Foi aí que comecei a procurar cursos de mestrado.

Depois de muito pesquisar, achei um curso que me interessou na Humboldt-Universität zu Berlin, a mesma universidade por onde passaram Albert Einstein e Karl Marx –desculpa aí, gente, haha.

Acabei vindo para Berlim para fazer um mestrado em British Studies (é, eu disse que era complicado) com foco em mídia, cultura e gerenciamento cultural.

Fico por aqui até o fim de agosto e depois sigo para Londres, onde farei um estágio de três meses na Pearson, o grupo que controla a Penguin Random House e tem participação de 50% no grupo The Economist. Terminada minha temporada no Reino Unido, volto para Berlim para escrever minha tese de mestrado –que ainda não tem tema definido.

Depois? Eu ainda não sei, mas aceito dicas.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s